Pontos turísticos de Belo Horizonte

Pontos turísticos de Belo Horizonte

Belo Horizonte é uma cidade bastante fácil de ser explorada. Com um pouco de organização e um mapinha na mão, você conhecerá os principais pontos turísticos da capital mineira em pouco tempo. A Lagoa da Pampulha, o Circuito Cultura da Praça da Liberdade, o Parque Municipal e o Mirante do Mangabeiras são bons pontos de referência para começar a explorar as principais regiões turísticas da cidade. Sem falar no maravilhoso Instituto Inhotim, o museu de arte contemporânea a céu aberto que atrai milhares de visitantes todos os dias. Mesmo localizado a 55 km de BH, o Inhotim é imperdível! Defina as suas prioridades de visita e verifique no mapa a região onde está cada atração que você gostaria de conhecer. Assim será mais fácil economizar tempo e conhecer muito mais de BH. Para ajudar na organização do dia a dia de passeios, separamos a principais atrações turísticas da capital mineira por região. 

Inhotim

Um dos maiores museus de arte contemporânea a céu aberto no mundo, o Instituto Inhotim cada dia mais tem se tornado passeio obrigatório entre os turistas que chegam a BH. Apesar de estar localizado a 55 km de Belo Horizonte — na cidade de Brumadinho —, o Inhotim é parte do pacote de atrações imperdíveis da capital mineira. Um dia apenas não será suficiente para conhecer todo o complexo. É lugar para ser visto e apreciado com calma, especialmente porque o Inhotim não é apenas uma grande galeria a céu aberto. Além das obras de arte, o museu é também um imenso jardim botânico, repleto de belos jardins e espaço livres. Não perca a chance de conhecer um dos melhores museus do país e do mundo. Veja mais sobre o Inhotim e como visitar o museu.

Lagoa da Pampulha e arredores

Principal área de lazer dos moradores de Belo Horizonte, a Lagoa da Pampulha é também a maior atração turística da cidade. Nos arredores dos 18 km da lagoa artificial construída nos anos 40, você verá alguns dos maiores ícones da capital mineira. O Conjunto Arquitetônico da Pampulha, projetado por Oscar Niemeyer a pedido do ex-presidente Juscelino Kubitscheck, foi declarado em 2016 patrimônio cultural da humanidade protegido pela UNESCO e se tornou ainda mais imperdível para quem visita BH.

As principais atrações turísticas da Lagoa da Pampulha são: o Museu de Arte Moderna (originalmente um cassino); a Igreja de São Francisco; a Casa Kubitscheck; e a Casa do Baile. Nos arredores da Pampulha, estão também o Ginásio Mineirinho e o Estádio Mineirão, o Parque Ecológico da Pampulha e a Universidade Federal de Minas Gerais. Um dia será pouco para ver tudo. Aproveite cada minuto para curtir a Pampulha. Vale até investir no aluguel de uma bike pra dar uma volta.

Circuito Cultura Praça da Liberdade, Parque Municipal e Mercado Central

O roteiro do Circuito Cultural Praça da Liberdade é marcado por alguns dos principais museus e espaços culturais de Belo Horizonte, todos com entrada gratuita! O ponto de partida para explorar a região é a Praça da Liberdade, bem no centro de BH. Ao redor dela, estão o Centro Cultural Banco do Brasil, o Memorial Minas Gerais, o Museu das Minas e do Metal, o Espaço do Conhecimento da UFMG e a Casa FIAT de Cultura. Além dos museus, vale também alguns cliques do Palácio da Liberdade e do Edifício Niemeyer. A Praça da Liberdade atrai não só a turistas. O local é bastante procurado para prática de esportes, feiras de artesanatos, encontros de jovens e, claro, por quem deseja um cantinho para descansar à sombra das árvores.

Depois de percorrer todos os centros culturais ao redor da Praça da Liberdade (o que certamente tomará um dia inteiro), complete o circuito conhecendo o Centro de Arte Popular e o Museu Mineiro, os dois nos arredores da praça. Entre uma visita e outra, não deixe de experimentar os cafés localizados nos espaços culturais. Excelente pedida para recuperar o fôlego entre uma visita e outra. Fique atento aos horários e dias de funcionamento para não correr o risco de perder as atrações.

Ainda na região central de BH, aproveite outro dia da viagem para conhecer as atrações próximas ao Parque Municipal Américo Renné Giannetti, localizado de frente para a Avenida Afonso Pena, uma das principais vias de Belo Horizonte. O Parque Municipal está a apenas 1 km da Praça da Liberdade e, junto com ela, o Mercado Central forma a principal região turística de Belo Horizonte. Passeie pelo belo Parque Municipal, conheça a Catedral Nossa Senhora da Boa Viagem, visite o Museu de Artes e Ofícios e veja a programação cultural do Palácio das Artes. Para experimentar algumas delícias mineiras, vá ao Mercado Central, visita imperdível em Belo Horizonte! Para fechar a noite, não deixe de tomar uma cerveja e comer alguns petiscos nos bares do Edifício Maletta ou na Savassi, bairro central com alta concentração de botecos. 

Todas as atrações na região entre a Praça da Liberdade, o Parque Municipal e o Mercado Central estão localizadas na região central de BH e podem ser percorridas a pé. É um circuito bem fácil de ser explorado. Fique atento apenas aos horários e dias de funcionamento das atrações para não perder o passeio.

Mirante do Mangabeiras e região

A vista no Mirante do Mangabeiras é mesmo imperdível! Do alto, os visitantes descobrem como a cidade de Belo Horizonte é abraçada pela Serra do Curral. O mirante é ainda mais impressionante ao pôr do sol, que acontece atrás do amontoado de prédios que marca a capital mineira e dá sentido ao nome da cidade. Apesar de ser o ponto turístico mais famoso dessa região, o Mirante do Mangabeiras (recentemente reformado e com a promessa de ganhar uma tirolesa) não é o único. Também é possível ver BH bem do alto na Praça do Papa, nos mirantes do Parque da Serra do Curral (as trilhas exigem uma certa dose de energia) ou mesmo dentro do Parque das Mangabeiras, onde a diversão vai bem além de simplesmente observar BH ao longe. No parque, os visitantes praticam esportes (há grandes pistas para skate), fazem piqueniques, trilhas ou simplesmente se divertem nos espaços destinados às crianças.

Caso deseje visitar todas as atrações no mesmo dia, organize-se para chegar cedo. Comece pelo Parque das Mangabeiras, depois siga a trilha para os mirantes mais próximos no Parque da Serra do Curral (as trilhas mais longas estão fechadas para reforma); experimente um almoço regional na Mercearia 130; descanse depois do almoço na Praça do Papa debaixo das árvores e siga ao final da tarde para ver o pôr do sol no Mirante do Mangabeiras. Será um dia puxado, mas certamente você verá BH por ângulos belíssimos! Se a viagem estiver corrida, vá direto ao Mirante do Mangabeiras.

Fonte: https://guia.melhoresdestinos.com.br/pontos-turisticos-de-belo-horizonte-203-2583-p.html